A Microgreens nasce de uma ideia para um projeto de marketing de um jovem estudante universitário, que acabou por mudar o rumo da sua vida e investir neste seu sonho empreendedor.  O Tomás Lancastre partilha connosco a história do negócio que construiu, as dificuldades e desafios mas sobretudo a paixão pelo que faz.

Como é que nasceu esta ideia?

A ideia da Microgreens surgiu quando tirei a licenciatura de gestão de empresas na Católica. Na cadeira de marketing fomos desafiados a fazer um business plan para introdução em Portugal de um produto novo ou inovador. Os microgreens (pequenas folhas de vegetais e ervas aromáticas, colhidas poucos dias depois de germinar) ainda eram pouco conhecidos em Portugal e como sempre tive uma grande paixão pela agricultura, consegui convencer os meus colegas a aceitar este tema. Durante o trabalho criámos um site e uma página no Facebook para dar vida à marca e apesar de ser tudo fictício, começamos a receber pedidos de chefs que queriam comprar os microgreens e não encontravam em Portugal.
Foi aí que percebi que a ideia podia mesmo ter mercado e por isso quando terminei a licenciatura em 2013 decidi avançar sozinho.

Criei a empresa em Santarém dentro das estufas de um tio meu (Materclorofila), que já tinha todo o equipamento necessário e que por isso me podia ajudar a crescer na fase inicial, sem grande investimento. Durante os primeiros 6 meses procurei fornecedores e fiz todos os testes para aprender a produzir, uma vez que não havia qualquer tipo de informação sobre o cultivo de microleafs. Em Julho de 2015 mudei-me para um terreno mais perto de Lisboa onde estão grande parte dos meus clientes.

Sempre quiseste ter o teu próprio negócio ou aconteceu por acaso?

Sim, sempre quis ter o meu próprio negócio! Gosto muito de dar ordens e pouco de as receber 🙂 por isso trabalhar para outras pessoas não iria resultar bem. Gosto de fazer as coisas à minha maneira.

Depois de iniciares o negócio no terreno (literalmente), como deste o salto para uma loja online?

Durante o tempo que estive na Materclorofila, percebi que o sector agrícola estava pouco desenvolvido no mundo digital e decidi que tinha que ser diferente dos outros e apostar neste canal que está em crescimento. Hoje em dia tudo é feito na internet, não faria sentido não ter uma presença online. Faço quase todas as compras online onde tenho mais escolha, melhores preços e tempos de entrega de 1 dia útil por isso achei que tinha que criar uma opção que permitisse comprar microgreens de forma fácil e estupidamente rápida. Atrevo-me a dizer que somos das empresas mais rápidas de qualquer sector a fazer entregas, por vezes até no próprio dia! Com os serviços de transporte que existem hoje em dia, não há razão para ter que esperar 2, 3 ou mais dias para receber uma encomenda.

microgreens-2

O que te levou a optar pela Shopkit?

Tive conhecimento da Shopkit através da Easypay e desde o dia em que experimentei a plataforma que fiquei convencido que seria a melhor aposta. Os principais benefícios que encontrei foram os templates muito bem desenhados, responsivos e muito fáceis de configurar. São muito ao estilo da Apple, com a qual me identifico muito.

Como é que divulgas o teu negócio?

Inicialmente fui batendo às portas de alguns restaurantes a quem levo sempre amostras para dar a conhecer o produto. Não há melhor promoção do que o produto em si. Mais tarde percebi o potencial das redes sociais e comecei a apostar nesse canal com campanhas de marketing.
Faço também parcerias com blogs de culinária que promovem o meu produto ao consumidor final.

microgreens-1

O que é que implica teres e gerires o teu próprio negócio?

Implica um grande investimento pessoal e muito trabalho. Para um negócio próprio resultar, pelo menos na fase inicial é preciso estar entregue a 100%, o que só resulta se se gostar realmente do que se faz. Fins de semana não existem, férias só no futuro e os dias têm 50 horas. É preciso ser rápido a responder aos e-mails e mensagens e atender sempre o telefone. Cada chamada perdida ou mensagem por responder é uma oportunidade de negócio perdida.

Quais as maiores vitórias até agora? E objectivos para o futuro?

Conseguir fornecer alguns dos melhores chefs portugueses, como o Chef José Avillez, o Chef Rui Paula entre outros. Em Março deste ano atingimos um objectivo que estava previsto apenas para Dezembro 2016. Trabalhamos neste momento com mais de 80 restaurantes e queremos chegar aos 300 em 2018.

microgreens-3

Que conselhos darias a quem está agora a lançar a sua loja online?

É muito importante ter uma presença forte nas redes sociais e fazer parcerias com outros sites, blogs, etc… para dirigir pessoas para o site.
Testar várias vezes o processo de compra para garantir que nada falha. Usar as várias apps que a Shopkit integra para perceber o comportamento do consumidor e para estar em contacto com ele, para o ajudar a ter a melhor experiência de compra possível.
Ter um site bem desenhado e responsivo. A Shopkit tem templates espetaculares, não é preciso inventar!
Ter um bom serviço de apoio ao cliente e uma parceria com uma boa distribuidora para entregas rápidas e sem dores de cabeça.


Microgreens é uma empresa especializada na produção e comercialização de microgreens (micro verduras de legumes ou ervas aromáticas) e flores comestíveis.