Tempo de leitura: 6 minutos

Promover a loja online com e-mail marketing é uma boa solução para qualquer negócio que pretenda comunicar para um grande público. Esta estratégia não exige orçamentos elevados ou grandes conhecimentos técnicos, no entanto, existem fundamentos e boas práticas a ter em conta antes do envio de newsletters. Esperamos que este artigo seja útil não só para negócios que ainda procuram criar uma loja online, como também para negócios que já iniciaram a sua presença no mundo digital.

O que é e como funciona o e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma forma de cada negócio comunicar com a sua audiência, através de e-mail. Esta interacção resulta quando um utilizador se disponibiliza e deseja receber newsletters de determinado tema ou negócio. É importante referir que dentro das estratégias mais comuns de promoção digital, o e-mail marketing é das que apresenta um menor custo associado.

O funcionamento do e-mail marketing na prática é bastante simples. Imaginando que temos interesse em determinados produtos de uma loja online, o negócio, no seu website, disponibiliza a possibilidade de receber comunicações, promoções e outros assuntos relevantes.

Como utilizador, pode ser do nosso interesse a inscrição na newsletter para receber todas as novidades. Para o negócio, é uma vantagem obter este consentimento e enviar conteúdos, promoções e novidades directamente para alguém que tem intenção de efectuar uma compra.

Porque devo utilizar e-mail marketing no e-commerce?

Estratégia de E-mail Marketing

Criar uma loja online é uma tarefa relativamente simples e fácil. Um dos principais desafios no e-commerce é a promoção contínua que cada negócio deve realizar.

Dentro das várias estratégias digitais que permitem promover uma loja online, o e-mail marketing é uma oportunidade para promover serviços/produtos com um investimento reduzido.
As comunicações podem ser segmentadas para leads, clientes pontuais ou clientes recorrentes, permitindo, em qualquer dos casos, trabalhar o aspecto da fidelização de clientes e incentivar à recorrência das compras.

Tendo por base que esta será uma forma de comunicar com o público certo, permite-nos:

  • Criar uma relação próxima com o inscrito através de conteúdo personalizado;
  • Aumentar a notoriedade da marca com conteúdos relevantes do negócio;
  • Promover conteúdo relevante sobre produtos (como utilizar determinado produto, receitas, dicas);
  • Criar acções rápidas para converter vendas (e-mails com botões de acção).

Como definir a minha estratégia de e-mail marketing?

Uma caixa de e-mail comum recebe dezenas de e-mails diariamente. Para que o teu e-mail seja lido, é necessário ter um certo planeamento e causar impacto antes da abertura do e-mail.

Antes de começarmos a enviar e-mails, é importante rever alguns pontos-chaves que vão ajudar à criação de campanhas e comunicações eficientes.

Audiência

Para não enviares e-mails sem contexto ou de pouco interesse para determinada pessoa, vai ser necessário perceberes qual é o teu público. Para descobrires quem é o teu público-alvo, começa por tentar dar resposta a duas questões:

  • O que é que a tua loja oferece?
  • Quais as necessidades que os teus produtos ou serviços resolvem?

Perceber qual é a tua audiência, é essencial para qualquer estratégia de marketing e neste caso, é um passo importante para a definição do conteúdo a incluir nas comunicações por e-mail.

Audiência de E-mail Marketing
Lista de audiência

No e-mail marketing e no e-commerce, a lista de audiência é um grupo de pessoas que faculta o e-mail para obter informações sobre determinada loja online. Existem algumas formas de pedir o consentimento para a newsletter, sendo que sugerimos:

  • Pop-up que surge na loja a incentivar à inscrição na newsletter;
  • Adicionar uma zona na loja online com o formulário para a newsletter (na página principal ou numa página em específico);
  • Na zona de registo/login do cliente ter possibilidade de inscrição na newsletter.
Pop-up de E-mail Marketing

Uma excelente forma de aumentar a tua audiência, é recompensar o utilizador com a sua inscrição, enviando por exemplo, um cupão de desconto, ebook ou até uma checklist caso o utilizador deixe o seu consentimento para receber notificações.

Conteúdo

Quando tens o público-alvo bem definido, é mais simples decidir o conteúdo que o teu negócio vai promover. No mundo das lojas online, a produção de conteúdo não deve ser só focada em vender, comunicar promoções e descontos de produto.

Existem vários assuntos que podes escolher para a tua estratégia:

  • Novidades sobre a marca;
  • Novos produtos/serviços disponíveis;
  • Produtos populares e mais vendidos;
  • Saldos, promoções e descontos;
  • Conteúdo educativos para utilização dos produtos/serviços da loja;
  • Datas comemorativas da marca, com recompensas para os inscritos;
  • Guias de prendas em épocas como Black Friday ou Natal (gift guides);
  • Revisões, feedbacks e críticas da comunidade.

A importância da definição do conteúdo evita que comuniques com os teus clientes por e-mail sobre assuntos pouco relevantes e sem interesse, e pode ajudar a aumentar a taxa de abertura dos e-mails.

É também relevante que a tua comunicação inclua botões de acção, também conhecidos por Call to action (CTA). Um CTA pode surgir no formato de um botão ou texto, inclui uma hiperligação e procura apelar ao clique do comprador para determinada acção.

Para as lojas online, estes são alguns dos termos mais utilizados para incentivar à compra:

  • Comprar agora;
  • Encomendar agora;
  • Utilizar cupão;
  • Aproveitar desconto;
  • Aproveitar envio grátis;
  • Obter oferta.

Se procuras alguns exemplos de newsletters, sugerimos o serviço Really Good Emails.

Agendamento de conteúdo

O envio deve ser feito diariamente, semanalmente ou mensalmente? A resposta a esta questão é subjectiva e depende do teu propósito.

São muitos os negócios que não têm um calendário definido para o envio de newsletters, o que não significa que a estratégia não resulte. A frequência de envio pode depender da actividade, mas a nossa sugestão é que seja um envio ponderado para evitar a saturação do leitor.

Para o teu agendamento, sugerimos uma cronologia que tenha em conta a jornada do leitor, desde o conhecimento da marca até ao incentivo à compra, como por exemplo:

  1. Começar por enviar conteúdo informativo que permita gerar interesse pela marca, produto ou serviço (ex. conteúdo sobre a marca, ebooks, manuais de utilização dos produtos ou serviços, entre outros);
  2. Após divulgares e dares a conhecer a marca, promove alguns produtos alguns produtos ou serviços de maior destaque que ofereçam uma solução ou benefício para o leitor;
  3. Por fim, criar conteúdo com reviews de clientes, cupões de desconto ou promoções na loja.
Agendamento de conteúdo E-mail Marketing
A escolha do serviço de e-mail marketing

Escolher o serviço certo pode ser uma tarefa complicada para teu negócio. Por este motivo, reunimos algumas características que deves ter em conta na escolha do serviço:

  • Período experimental do serviço;
  • Possibilidade de começar num plano free;
  • Templates de e-mails responsivos;
  • Filtros de spam e rapidez no envio de e-mails;
  • Relatórios de envio para medição de resultados.

As lojas Shopkit podem utilizar qualquer serviço de e-mail marketing para as suas comunicações personalizadas. A plataforma inclui ainda integração com dois serviços: Mailchimp e E-goi.

Em ambos os casos, tens de permitir a inscrição na newsletter da tua loja online. Posteriormente, os inscritos são importados para o respectivo serviço para que não tenhas de actualizar manualmente a lista de contactos.

Performance da newsletter

A tua estratégia não termina assim que envias a newsletter. É necessário analisar o desempenho da campanha para que seja possível perceber o resultado.

Em grande parte dos serviços de e-mail vais encontrar relatórios com métricas relevantes que ajudam a perceber o teu resultado final, estas são por norma as mais comuns:

  • Taxa de abertura: permite perceber quantos leitores abriram o e-mail;
  • Taxa de clique: permite perceber quantos leitores clicaram no e-mail;
  • Performance de cliques: confirmar o número de vezes que determinado link foi clicado;
  • Performance por hora: medida importante para analisar a performance da newsletter com base na hora;
  • Análise de audiência: permite compreender o género e a idade da audiência;
  • Leitores com maior taxa de abertura: Contabiliza os subscritores que abriram mais vezes a newsletter;
  • Bounce rate: número de e-mails que não chegaram a ser entregues (pode acontecer porque a caixa de correio estava cheia, inserida de forma incorrecta ou deixou de existir);
  • Unsubscribed: leitores que retiraram a inscrição da newsletter;
  • Taxa de SPAM: permite perceber quantos leitores marcaram como spam.

Como utilizar o e-mail marketing para recuperar carrinhos abandonados?

Carrinhos Abandonados Shopkit

A partir do momento que um cliente adiciona produtos ao carrinho, existe uma forte possibilidade de terminar numa venda. É comum existirem carrinhos abandonados nas lojas online, e estes podem acontecer por várias razões.

Quando o cliente preenche o formulário de compra, a loja online tem acesso ao seu e-mail e, também, aos produtos associados ao carrinho. É uma excelente oportunidade para utilizar o e-mail marketing e combater o abandono de carrinhos.

Enviar um e-mail ao comprador, alertando-o que ainda não terminou a compra, é uma das estratégias de e-mail marketing associada aos carrinhos abandonados mais utilizadas. O e-mail deve incluir um botão de acção, que redireccione o cliente directamente para o formulário de compra, acelerando, assim, o processo de venda.

Associada a esta técnica, estão os cupões de desconto. Se consegues associar um desconto, como um código promocional, ao e-mail de carrinho abandonado, ofereces ao teu cliente mais uma vantagem para voltar ao carrinho e terminar a compra.

Para combater e ajudar todas as lojas a obter um maior sucesso nas vendas, a Shopkit, disponibiliza uma funcionalidade de carrinhos abandonados que permite automatizar todo o processo de notificação ao cliente.

Sempre que existir um carrinho abandonado, a tua loja online trata do processo por ti: apenas tens de escolher o horário de notificação e se queres associar um desconto ao e-mail de carrinho abandonado.

Quais os erros mais comuns no e-mail marketing?

Erros comuns no E-mail Marketing

Todos os negócios encontram dificuldades ou incertezas que apenas através de tentativa e erro conseguem resolver. Como o e-mail marketing é uma estratégia bastante utilizada e indispensável no e-commerce, existem alguns procedimentos e sugestões partilhadas por toda a comunidade que permitem a qualquer pessoa antever alguns erros comuns.

Estes são os erros mais comuns que sugerimos que tenhas em conta:

  • Não incluir uma mensagem de boas-vindas após a inscrição do utilizador;
  • Definir um assunto do e-mail longo e pouco assertivo;
  • O conteúdo do e-mail não inclui qualquer tipo de personalização para o destinatário (ex. Utilizar o primeiro nome na saudação);
  • Não existir um botão de acção no e-mail;
  • Não permitir que a newsletter obtenha respostas;
  • Desenvolver e-mails não responsivos;
  • Não incluir uma versão web da newsletter;
  • Comprar e utilizar listas de contactos;
  • Ignorar o RGPD e a legislação existente;
  • Enviar e-mails em horários inapropriados;
  • Sobrecarregar os inscritos com demasiados e-mails;
  • Não possibilitar a remoção da inscrição na newsletter (unsubscribe);
  • Ignorar relatórios e não testar novas versões de newsletters.